quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Apostila Concurso ANS 2017

Apostila Concurso ANS 2017. Concurso Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS 2017. Saia na frente e pegue aqui a apostila.

Concurso ANS 2017

A Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, anunciou que realizará novo concurso público com 231 vagas para cargos de nível superior, em 2017.

As oportunidades serão divididas em dois cargos, sendo 91 para analista administrativo e 140 de especialista. Destas apenas 17 já constam nos quadros da ANS, outras 214 ainda precisam ser criadas e constam no Projeto de Lei 6.244/2013, que tramita no Congresso Nacional.

Apostila Preparatória ANS 2017 - clique abaixo:

As remunerações iniciais deverão ser de R$11.529,29 para analista e R$12.432,49 para especialista, respectivamente, já incluso vale-alimentação (R$458,00). A taxa de inscrição deverá custar R$100,00 e a expectativa é de que sejam recebidas 57.750 inscrições, totalizando 250 candidatos por vaga.

Ainda não foram divulgadas informações sobre a lotação, mas há possibilidade desta ocorrer na sede do órgão, que fica no Rio de Janeiro, e nos núcleos nas cidades de São Paulo (SP), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Cuiabá (MT), Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE) e Belém (PA), além de Brasília (DF). Atualmente o Rio de Janeiro concentra o maior número dos servidores, são 380.

Últimos concursos:
Foi realizado em 2015, para cargos de nível médio, com oferta de 102 vagas para os cargos de técnico em regulação de saúde suplementar e técnico administrativo e salários de até até R$5.957,52. A lotação foi para os estados do Ceará, Distrito Federal, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Mato Grosso, e São Paulo.


Sobre a ANS:
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é uma agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde do Brasil, que regula o mercado de planos privados de saúde.

Autarquia especial federal, foi criada pela Lei n° 9.961 de 28 de janeiro de 2000, sendo responsável em promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde, regular as operadoras setoriais, a relação entre prestadoras e consumidores e contribuir para o desenvolvimento das ações de saúde no país.

É sediada na cidade do Rio de Janeiro. Sua estrutura é composta por 5 diretorias, cujos responsáveis são escolhidos pelo Poder Executivo Federal para mandatos fixos de 3 anos, com possibilidade de uma recondução de mandato, por mais 3 anos. Esses diretores precisam ser sabatinados pelo Senado Federal.

Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário:
Escreva seu comentários

Postagens recomendadas × +