quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Concurso JUCEES 2018 - Junta Comercial ES

 
Concurso Junta Comercial do Espirito Santo - JUCEES 2018A Junta Comercial do Espírito Santo (Jucees) irá realizar um novo concurso com 12 vagas para cargos de nível médio de superior. A remuneração varia de R$2.050,91 a R$4.443,60.

Foi anunciado a comissão responsável por acompanhar o concurso. A portaria foi publicada no Diário Oficial do Espírito Santo. O próximo passa é a escolha da banca organizadora e por fim a publicação do edital. Segundo anúncio festo pelo Governador do Estado, Paulo Hartung, a expectativa é que o edital, seja divulgado no decorrer deste semestre.

Apostila Concurso JUCEES 2018 - em breve:

São seis são para interessados com nível médio nos cargos de técnico de registro empresarial (três) e técnico administrativo (três), que proporcionam remuneração inicial de R$2.050,91. 

Já para nível superior, ficarão disponíveis quatro oportunidades na carreira de analista de registro empresarial, com ganho inicial de R$4.443,60. Ambos os salários já estão somados com o auxílio-alimentação de R$300. O edital do concurso ainda não tem previsão para ser publicado.

Comissão concurso JUCEES 2018

Último concurso:
O último concurso da Jucees, foi realizado em 2018 pela Pró-Reitoria de Assuntos Acadêmicos/Coordenadoria de Seleção da Universidade Federal Fluminense - PROAC/COSEAC/UFF. A remuneração variava de R$ 892,50 a R$ 2.940,00 de acordo com o cargo escolhido.

Os cargos oferecidos foram para os cargos de:
Nível Superior: Analista de Gestão e Desenvolvimento (2), Analista de Gestão e Desenvolvimento / Tecnologia da Informação (3), Analista de Registro Empresarial (8), Procurador (2);
Nível Médio: Técnico Administrativo (5), Técnico Administrativo / Tecnologia da Informação (2), Técnico de Registro Empresarial (23).

Os inscritos foram avaliados por meio de prova objetiva, que foram realizadas na Grande Vitória/ES. As disciplinas cobradas foram Língua Portuguesa, Conhecimentos Básicos, Língua Inglesa e conhecimentos específicos.

Detalhes concurso JUCEES ES:
  • Concurso: Junta Comercial do Estado do Espirito santo (Concurso JUCEES)
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: Analista de Registro Empresarial, Técnico de Registro Empresarial e Técnico Administrativo,
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Número de vagas: 12
  • Remuneração: até R$4.443,60
  • Situação: COMISSÃO FORMADA!
  • Último Edital
Concurso JUCEES 2018

Sobre a JUCEES:
A Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (JUCEES) foi criada pela Lei Estadual número 537, de 10 de novembro de 1908, durante o Governo de Jerônimo Monteiro. Durante 59 anos pertenceu à Administração Direta, quando no Governo de Christiano Dias Lopes Filho (1967-1971), transformou-se em autarquia estadual. A JUCEES é uma pessoa jurídica de direito público com sede e foro em Vitória e com atuação em todo o Estado do Espírito Santo.

Trata-se de um sistema informatizado de compartilhamento de dados que integra a própria Junta, a Receita Federal, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e cerca de 45 municípios conveniados, dentre os da Grande Vitória e do interior. Tudo para que o cidadão possa registrar seu negócio de forma mais rápida, menos burocrática e a custo mais baixo.

Vinculada administrativamente à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), e tecnicamente ao Departamento Nacional de Registro de Comércio (DNRC), a JUCEES tem como meta institucional cada vez mais alinhar o seu trabalho às políticas de desenvolvimento econômico, desburocratização e incentivo ao empreendedorismo, sendo um modelo de referência em gestão pública.

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Apostila Concurso Colégio Pedro II 2018 Técnicos Administrativos em Educação

Apostila Opção para o Concurso Colégio Pedro II 2018 CARGOS DA CLASSE D/E (COMUM A TODOS).


Aberto concurso público para Ministério da Educação e Colégio Pedro II, para o cargo de Cargos da Classe E (Comum a Todos).

São 20 vagas, com remuneração de R$ 4.180,66 e carga horária de 20 a 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível superior.

As inscrições serão realizadas no site da Concursos e Seleções do Colégio Pedro II, no período de 03 de setembro de 2018 a 02 de outubro de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 125,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 04 de novembro de 2018 e 11 de novembro de 2018.

CONTEÚDO COMUM A TODOS OS CARGOS
Conhecimentos Gerais
- Língua Portuguesa
- Raciocínio Lógico-quantitativo
- Informática
- Legislação

MATERIAL EM ELABORAÇÃO DE ACORDO COM O EDITAL Nº 24/2018 DE 30 DE AGOSTO DE 2018
Apostila Concurso Colégio Pedro II 2018 Técnicos Administrativos em Educação - impressa e digital em pdf

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS OBJETIVAS:
Língua Portuguesa: 1. Ler, interpretar e analisar textos de diferentes tipos em língua portuguesa: verbais, não verbais e mistos. 2. Decodificar e interrelacionar informações. 3. Perceber as relações do texto com o seu mundo exterior: leitura crítica do mundo. 4. Tipos e gêneros textuais. 5. Norma padrão e variantes linguísticas. 6. Ortografia oficial em vigor. 7. Pontuação. 8. O processo de comunicação e as funções da linguagem. 9. Coerência e coesão textual. 10. Estrutura morfossintática: frase, oração, períodos compostos por coordenação e por subordinação. 11..Conectivos: valores lógico-semânticos. 12. Concordância verbal e concordância nominal 13. Regência verbal e regência nominal. 14. Uso do sinal indicativo de crase. 15. Colocação pronominal. 16. Emprego de nomes, pronomes, conjunções, advérbios, preposições, modos e tempos verbais, emprego dos pronomes pessoais e das formas de tratamento. 17. Emprego do pronome relativo. 18. Emprego das conjunções e das preposições. 19. Semântica: polissemia, sinonímia, paronímia, homonímia, hiperonímia, hiponímia, denotação e conotação, figuras de linguagem. 20. Processos de formação de palavras. 21. Neologismos e estrangeirismos. 22. Normas técnicas de redação oficial. Raciocínio Lógico-quantitativo

Raciocínio Lógico: lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões; Lógica das proposições; Uso dos conectivos;Tabelas verdade; Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; Compreensão entre as relações entre gráficos e diagramas; Resolução de situações problemas envolvendo raciocínio lógico. 2. Raciocínio lógico-matemático: operações com números reais; Radiciação e potenciação; Razão e proporção; Regra de três simples e composta; Porcentagem; Juros simples e Compostos; Arranjos, permutações, combinações e principio adtivo; Noções de estatística e de probabilidades;Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

Informática: 1. Conceitos e Aplicações Informática e Computador. 1.2. Hardware e Software. 1.3. Tipos de computador. 1.4. Sistema Operacional. 1.5. Dispositivos de armazenamento e dispositivos periféricos. 1.6. Bit, byte, Kilobyte, Megabyte, Gigabyte, Terabyte. 1.7. Internet, Intranet e Extranet. 1.8. Redes de computadores (benefícios, classificação baseada na abrangência geográfica, hardware de rede, aplicações de rede comerciais). 1.9. Vírus, worms, Cavalo de Troia e outras pragas virtuais. Cuidados e aplicativos para segurança (antivírus, firewall). 2. Sistema Operacional: recursos disponíveis no Microsoft Windows 7; 3. Editor de texto: recursos disponíveis no Microsoft Word 2013 4. Planilha eletrônica: recursos disponíveis no Microsoft Excel 2013 5. Gerador de Apresentações: recursos disponíveis no Microsoft PowerPoint 2013 6. Internet 6.1. Programas de navegação (navegadores): Internet Explorer v.11, da Microsoft; Firefox v.53, da Mozilla; Chrome v.58, da Google. 6.2. Navegação, impressão, busca e pesquisa. 6.3. URL, links, homepage, sites. 6.4. Correio Eletrônico (e-mail): Vantagens sobre outros serviços de comunicação fora da Internet. Uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos, diferentes campos de destinatários. Responder e encaminhar mensagens de correio eletrônico.

Legislação: 1. Constituição Federal de 1988: Título III – Capítulo VII (Da Administração Pública) – Seção I (Disposições Gerais) e Seção II (Dos Servidores Públicos). 2. Lei nº 8.112/1990 e alterações (Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais): Título I (Das Disposições Preliminares); Título II (Do Provimento, Vacância, Remoção, Redistribuição e Substituição); Título III (Dos Direitos e Vantagens); e Título IV (Do Regime Disciplinar). 3. Decreto nº 1.171/1994 e alterações (Aprova o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). 4. Lei nº 11.091/2005 e alterações (Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação). 5. Decreto nº 5.824/2006 (Estabelece os procedimentos para a concessão do Incentivo à Qualificação e para a efetivação do enquadramento por nível de capacitação dos servidores integrantes do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, instituído pela Lei no 11.091, de 12 de janeiro de 2005). 6. Lei nº 11.892/2008 e alterações (Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, e cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia). 7. Lei nº 9.394/1996 e alterações (Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional): Título II (Dos Princípios e Fins da Educação Nacional) e Título V – Capítulo II (Da Educação Básica). 8. Lei nº 8.429/1992 e alterações (Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional): Capítulo I (Das Disposições Gerais); e Capítulo II (Dos Atos de Improbidade Administrativa). 9. Lei nº 9.784/1999 e alterações (Regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal). 10. Lei nº 13.146/2015 e alterações (Estatuto da Pessoa com Deficiência). 11. Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação). 12. Decreto nº 7.724/2012 (Regulamenta a Lei no 12.527/2011, que dispõe sobre o acesso a informações).

Apostila Pedro II 2018 Técnicos Administrativos em Educação

DESCRIÇÃO SUMÁRIA E REQUISITO DE ESCOLARIDADE DO CARGO:
Técnico em Laboratório (Biologia/Física/Química): Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados a atividades acadêmicas ou de interesse da administração do Colégio na área de especialidade, realizando ou orientando coleta, análise e registros de materiais e substâncias através de métodos específicos e executar outras tarefas de mesma natureza relacionadas à área de atuação. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão e dar suporte às atividades didáticas regulares do laboratório, assim como atividades em salas de aula e extraclasse, conforme demanda apresentada por docentes que atuem no laboratório. 
Requisito: Nível Médio Profissionalizante ou Nível Médio completo + curso Técnico na área.

Técnico em Nutrição e Dietética: Acompanhar e orientar as atividades de controle de qualidade, higiênico-sanitárias e segurança no trabalho, em todo o processo de produção de refeições e alimentos. Acompanhar e orientar os procedimentos culinários de preparo de refeições e alimentos. Participar de programas de educação alimentar. 
Requisito: Nível Médio Profissionalizante ou Nível Médio completo + curso Técnico na área. 

Técnico em Contabilidade: Identificar documentos e informações, atender à fiscalização; executar a contabilidade geral, operacionalizar a contabilidade de custos e efetuar contabilidade gerencial; realizar controle patrimonial. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico. Registro no Conselho competente. 

Técnico em Enfermagem: Desempenhar atividades técnicas de enfermagem em hospitais, clínicas e outros estabelecimentos de assistência médica, embarcações e domicílios; atuar em cirurgia, terapia, puericultura, pediatria, psiquiatria, obstetrícia, saúde ocupacional e outras; prestar assistência ao paciente, atuando sob supervisão de enfermeiro; organizar ambiente de trabalho. Trabalhar em conformidade às boas práticas, normas e procedimentos de biossegurança. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico. Registro no Conselho competente. Resolução COFEN nº 244/2000.

Analista de Tecnologia da Informação: Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades do sistema, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento, especificando programas, codificando aplicativos. Administrar ambientes informatizados, prestar suporte técnico ao usuário e o treinamento, elaborar documentação técnica. Estabelecer padrões, coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados e pesquisar tecnologias em informática. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Requisito: Nível Superior completo na área realizado em instituição reconhecida pelo MEC Bibliotecário – Documentalista Disponibilizar informação; gerenciar unidades como bibliotecas, centros de documentação, centros de informação e correlatos, além de redes e sistemas de informação; tratar tecnicamente e desenvolver recursos informacionais; disseminar informação com o objetivo de facilitar o acesso e geração do conhecimento; desenvolver estudos e pesquisas; promover difusão cultural; desenvolver ações educativas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso superior em Biblioteconomia, realizado em instituição reconhecida pelo MEC. Registro no Conselho competente. Lei nº 9.674, de 26 de junho de 1998 dispõe sobre o exercício da profissão de Bibliotecário.

Economista Analisa: o ambiente econômico; elaborar e executar projetos de pesquisa econômica, de mercado e de viabilidade econômica, dentre outros; participar do planejamento estratégico e de curto prazo; gerir programação econômico-financeira; atuar na mediação e arbitragem; realizar perícias. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso superior em Ciências Econômicas, realizado em instituição reconhecida pelo MEC. Registro no Conselho competente. Lei nº 1.411, de 13 de agosto de 1951, alterada pelas Leis nº 6.021, de 03 de janeiro de 1974, nº 6.537, de 19 de junho de 1978 e regulamentada pelo Decreto nº 31.794, de 17 de novembro de 1952 disciplina a profissão de Economista. 

Enfermeiro: Prestar assistência ao paciente e/ou usuário em clínicas, hospitais, ambulatórios, navios, postos de saúde e em domicílio, realizar consultas e procedimentos de maior complexidade, prescrevendo ações; implementar ações para a promoção da saúde junto à comunidade. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso superior de Enfermagem, realizado em instituição reconhecida pelo MEC. Registro no Conselho competente. Decreto nº 94.406, de 08 de junho 1987, regulamenta a profissão de Enfermeiro. 

Médico: Realizar consultas e atendimentos médicos; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde, realizar perícias oficiais em saúde, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica. Participar de Junta Médica e executar tarefas afins. Assessorar nas atividades de ensino, administrativa, pesquisa e extensão. Colaborar na manutenção da ordem dos ambientes do gabinete da saúde. Zelar pela conservação, das dependências do Serviço de Saúde, bem como de todo material nele distribuído. Utilizar recursos de informática. 
Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; e registro profissional no Conselho Regional de Medicina ativo. Médico/Psiquiatra Realizar consultas e atendimentos médicos, emitir diagnóstico, prescrever tratamento, implementar ações para a promoção, prevenção e reabilitação de portadores de transtornos mentais, coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas, elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica. Participar da Junta Médica e executar tarefas afins. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. Colaborar na manutenção da ordem dos ambientes do gabinete da saúde. Zelar pela conservação, das dependências do Serviço de Saúde, bem como de todo material nele distribuído. Utilizar recursos de informática. Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação E Certificado de conclusão de Residência Médica em Psiquiatria, reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica; ou Título de especialista em Psiquiatria, reconhecido pela Associação Médica Brasileira e registrado no Conselho Regional de Medicina; e registro profissional no Conselho Regional de Medicina ativo. 

Nutricionista: Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos), organizar, administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição, efetuar controle higiênico-sanitário, participar de programas de educação nutricional, atuar em conformidade ao Manual de Boas Práticas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. 
Requisito: Nível Superior completo em Nutrição, realizado em instituição reconhecida pelo MEC e Registro no conselho competente 

Pedagogo: Implementar a execução, avaliar e coordenar a (re) construção do projeto pedagógico de escolas de educação infantil, ensino fundamental, de ensino médio ou ensino profissionalizante com a equipe escolar; viabilizar o trabalho pedagógico coletivo e facilitar o processo comunicativo da comunidade escolar e de associações a ela vinculadas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso Superior em Pedagogia realizado em instituição reconhecida pelo MEC

Produtor CulturalAtividades de execução qualificada, sob supervisão superior, de trabalhos relacionados com programações culturais e promoção de eventos. 
Requisito: Curso superior em Comunicação Social ou em produção Cultural, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). 

Técnico em Assuntos Educacionais: Coordenar as atividades de ensino, planejamento e orientação, supervisionando e avaliando estas atividades para assegurar a regularidade do desenvolvimento do processo educativo. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. Requisito: Nível Superior completo em Pedagogia ou Licenciaturas realizado em instituição reconhecida pelo MEC.

Concurso Colégio Pedro II 2018: Saiu edital com 26 para Técnicos Administrativos em Educação

Concurso Colégio Pedro II 2018
O Colégio Pedro II divulgou edital de concurso público para preenchimento de 26 vagas e formação de cadastro reserva para cargos técnico-administrativos em Educação de nível médio técnico e superior.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O EDITAL.

Os salários vão de R$ 2.446,9 a R$ 4.180,66, além de benefícios: Auxílio alimentação, Auxílio Transporte, Assistência Pré-Escolar, Assistência à saúde per capita: reembolso parcial do Plano de Saúde, variável de acordo com faixa salarial e faixa etária do titular do cargo e a faixa etária dos respectivos dependentes.

Apostila Concurso Colégio Pedro II 2018 - clique abaixo:
Além desses benefícios, após a entrada em exercício, os servidores da carreira de Técnico-Administrativo em Educação que comprovarem nível de escolaridade formal superior ao previsto para o exercício do cargo terão direito a requerer o Incentivo à Qualificação, de acordo com os percentuais estabelecidos por lei.

As vagas são para os cargos de Técnico em Laboratório/Biologia, Técnico em Contabilidade, Técnico em Enfermagem, Técnico em Nutrição e Dietética, Analista de Tecnologia da Informação, Bibliotecário-Documentalista, Economista, Enfermeiro-Área 1, Médico/Área, Médico/Psiquiatra, Nutricionista, Pedagogo, Produtor Cultural e Técnico em Assuntos Educacionais.

Quadro de vagas do Concurso Colégio Pedro II 2018

As inscrições serão realizadas no site da Concursos e Seleções do Colégio Pedro II - http://dhui.cp2.g12.br/, no período de 03 de setembro de 2018 a 02 de outubro de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 125,00.

A prova está prevista para ser realizada no dia 04 de novembro de 2018 e 11 de novembro de 2018. A prova objetiva constará de 70 (setenta) questões de múltipla escolha, cada uma contendo 4 (quatro) alternativas, das quais apenas uma correta,

Conteúdo Programático Concurso Colégio Pedro II 2018

Técnico em Laboratório (Biologia/Física/Química): Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados a atividades acadêmicas ou de interesse da administração do Colégio na área de especialidade, realizando ou orientando coleta, análise e registros de materiais e substâncias através de métodos específicos e executar outras tarefas de mesma natureza relacionadas à área de atuação. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão e dar suporte às atividades didáticas regulares do laboratório, assim como atividades em salas de aula e extraclasse, conforme demanda apresentada por docentes que atuem no laboratório. 
Requisito: Nível Médio Profissionalizante ou Nível Médio completo + curso Técnico na área.

Técnico em Nutrição e Dietética: Acompanhar e orientar as atividades de controle de qualidade, higiênico-sanitárias e segurança no trabalho, em todo o processo de produção de refeições e alimentos. Acompanhar e orientar os procedimentos culinários de preparo de refeições e alimentos. Participar de programas de educação alimentar. 
Requisito: Nível Médio Profissionalizante ou Nível Médio completo + curso Técnico na área. 

Técnico em Contabilidade: Identificar documentos e informações, atender à fiscalização; executar a contabilidade geral, operacionalizar a contabilidade de custos e efetuar contabilidade gerencial; realizar controle patrimonial. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico. Registro no Conselho competente. 

Técnico em Enfermagem: Desempenhar atividades técnicas de enfermagem em hospitais, clínicas e outros estabelecimentos de assistência médica, embarcações e domicílios; atuar em cirurgia, terapia, puericultura, pediatria, psiquiatria, obstetrícia, saúde ocupacional e outras; prestar assistência ao paciente, atuando sob supervisão de enfermeiro; organizar ambiente de trabalho. Trabalhar em conformidade às boas práticas, normas e procedimentos de biossegurança. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico. Registro no Conselho competente. Resolução COFEN nº 244/2000.

Analista de Tecnologia da Informação: Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades do sistema, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento, especificando programas, codificando aplicativos. Administrar ambientes informatizados, prestar suporte técnico ao usuário e o treinamento, elaborar documentação técnica. Estabelecer padrões, coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados e pesquisar tecnologias em informática. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Requisito: Nível Superior completo na área realizado em instituição reconhecida pelo MEC Bibliotecário – Documentalista Disponibilizar informação; gerenciar unidades como bibliotecas, centros de documentação, centros de informação e correlatos, além de redes e sistemas de informação; tratar tecnicamente e desenvolver recursos informacionais; disseminar informação com o objetivo de facilitar o acesso e geração do conhecimento; desenvolver estudos e pesquisas; promover difusão cultural; desenvolver ações educativas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso superior em Biblioteconomia, realizado em instituição reconhecida pelo MEC. Registro no Conselho competente. Lei nº 9.674, de 26 de junho de 1998 dispõe sobre o exercício da profissão de Bibliotecário.

Economista Analisa: o ambiente econômico; elaborar e executar projetos de pesquisa econômica, de mercado e de viabilidade econômica, dentre outros; participar do planejamento estratégico e de curto prazo; gerir programação econômico-financeira; atuar na mediação e arbitragem; realizar perícias. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso superior em Ciências Econômicas, realizado em instituição reconhecida pelo MEC. Registro no Conselho competente. Lei nº 1.411, de 13 de agosto de 1951, alterada pelas Leis nº 6.021, de 03 de janeiro de 1974, nº 6.537, de 19 de junho de 1978 e regulamentada pelo Decreto nº 31.794, de 17 de novembro de 1952 disciplina a profissão de Economista. 

Enfermeiro: Prestar assistência ao paciente e/ou usuário em clínicas, hospitais, ambulatórios, navios, postos de saúde e em domicílio, realizar consultas e procedimentos de maior complexidade, prescrevendo ações; implementar ações para a promoção da saúde junto à comunidade. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso superior de Enfermagem, realizado em instituição reconhecida pelo MEC. Registro no Conselho competente. Decreto nº 94.406, de 08 de junho 1987, regulamenta a profissão de Enfermeiro. 

Médico: Realizar consultas e atendimentos médicos; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde, realizar perícias oficiais em saúde, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica. Participar de Junta Médica e executar tarefas afins. Assessorar nas atividades de ensino, administrativa, pesquisa e extensão. Colaborar na manutenção da ordem dos ambientes do gabinete da saúde. Zelar pela conservação, das dependências do Serviço de Saúde, bem como de todo material nele distribuído. Utilizar recursos de informática. 
Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; e registro profissional no Conselho Regional de Medicina ativo. Médico/Psiquiatra Realizar consultas e atendimentos médicos, emitir diagnóstico, prescrever tratamento, implementar ações para a promoção, prevenção e reabilitação de portadores de transtornos mentais, coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas, elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica. Participar da Junta Médica e executar tarefas afins. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. Colaborar na manutenção da ordem dos ambientes do gabinete da saúde. Zelar pela conservação, das dependências do Serviço de Saúde, bem como de todo material nele distribuído. Utilizar recursos de informática. Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação E Certificado de conclusão de Residência Médica em Psiquiatria, reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica; ou Título de especialista em Psiquiatria, reconhecido pela Associação Médica Brasileira e registrado no Conselho Regional de Medicina; e registro profissional no Conselho Regional de Medicina ativo. 

Nutricionista: Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos), organizar, administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição, efetuar controle higiênico-sanitário, participar de programas de educação nutricional, atuar em conformidade ao Manual de Boas Práticas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. 
Requisito: Nível Superior completo em Nutrição, realizado em instituição reconhecida pelo MEC e Registro no conselho competente 

Pedagogo: Implementar a execução, avaliar e coordenar a (re) construção do projeto pedagógico de escolas de educação infantil, ensino fundamental, de ensino médio ou ensino profissionalizante com a equipe escolar; viabilizar o trabalho pedagógico coletivo e facilitar o processo comunicativo da comunidade escolar e de associações a ela vinculadas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. 
Requisito: Curso Superior em Pedagogia realizado em instituição reconhecida pelo MEC

Produtor CulturalAtividades de execução qualificada, sob supervisão superior, de trabalhos relacionados com programações culturais e promoção de eventos. 
Requisito: Curso superior em Comunicação Social ou em produção Cultural, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). 

Técnico em Assuntos Educacionais: Coordenar as atividades de ensino, planejamento e orientação, supervisionando e avaliando estas atividades para assegurar a regularidade do desenvolvimento do processo educativo. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. Requisito: Nível Superior completo em Pedagogia ou Licenciaturas realizado em instituição reconhecida pelo MEC.

Detalhes concurso Colégio Pedro II - TAE:
  • Concurso: Colégio Pedro II Técnico Administrativo em Educação
  • Banca organizadora: Pró-reitoria de Ensino do Colégio 
  • Cargo: Técnico Administrativo em Educação
  • Escolaridade: Médio Técnico e Superior
  • Número de vagas: 26
  • Remuneração: Até R$ 9,6 mil
  • Inscrições: de 03/09/2018 a 02/10/2018
  • Taxa: R$105 e R$ 125
  • Data da prova objetiva: 11/11/2018
Concurso do Concurso Colégio Pedro II 2018 Técnico Administrativo em Educação

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Apostila Concurso ADAF AM 2018 Diversos Cargos

 
Saia na frente com as apostilas para o concurso público da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas – ADAF Am 2018, para os de Cargos de Auxiliar de Fiscalização Agropecuária, Motorista, Agente de Fiscalização Agropecuária, Assistente Técnico, Técnico de Fiscalização Agropecuária e Nível Superior (Comum a Todos).


Apostila Concurso ADAF-AM 2018 - clique abaixo:
Conhecimentos Comuns
- Língua Portuguesa
- Noções de Informática
- Noções de Direito Constitucional
- Noções de Direito Administrativo
- Legislação Estadual Específica
- Raciocínio Lógico e Matemático
Conhecimentos Específicos

Apostila Concurso ADAF AM 2018 Diversos Cargos - impressa e digital e pdf

Detalhes edital ADAF 2018:
Cargos e atribuição edital ADAF:
  • Nível fundamental
Auxiliar de Fiscalização Agropecuária: Trabalho que consiste no auxílio da fiscalização e inspeção animal, vegetal e florestal e seus produtos e subprodutos. 1. Auxiliar nas atividades de defesa sanitária, controle do fluxo de animais e produtos derivados, bem como ações inerentes a matadouros e frigoríficos em observância das normas sanitárias; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

Motorista: 
Trabalho que consiste no apoio logístico as atividades de defesa e fiscalização agropecuária, além de atividades administrativas executadas pela ADAF. 1. Dirigir automóvel, caminhão, camionete, jipes e outros veículos; 2. Transportar cargas com responsabilidade por sua segurança; 3. Realizar vistoria no veículo, verificando o estado dos pneus, nível de combustível, água, óleo do motor, testando freios e parte elétrica; 4. Manter, sempre a mão, a documentação pessoal e do veículo, apresentando-a quando solicitada pelas autoridades competentes; 5. Cuidar da limpeza e manutenção do veículo sob sua responsabilidade e fazer-lhes pequenos reparos; 6. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação

Motorista Fluvial: Trabalho que consiste no apoio logístico as atividades de defesa e fiscalização agropecuária da ADAF. 1. Pilotar embarcações de pequeno e grande porte, de acordo com normas internas e regulamento da capitania dos portos; 2. Atracar e desatracar embarcações; 3. Controlar o embarque de passageiros e carga da instituição mandatária do barco; 4. Responsabilizar-se pela manutenção preventiva e corretiva da embarcação, bem como pelo planejamento das viagens e quantidade de passageiros; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.
  • Nível médio
Agente de Fiscalização Agropecuária: Trabalho que consiste no auxílio a execução de medidas de fiscalização e medidas técnicas de defesa agropecuária e florestal. 1. Cadastramento e registro de propriedades rurais e demais estabelecimentos de interesse da defesa agropecuária; direção de unidades operacionais locais de defesa agropecuária; emissão de documentos zoofitossanitários, conforme o disposto na legislação; atuar em postos de fiscalização zoofitossanitária e/ou unidades de fiscalização móvel e estabelecimentos que recebem, manipulam, beneficiam, industrializam, armazenam e comercializam produtos e derivados de origem animal e vegetal; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

Assistente Técnico: Trabalho que consiste em atividades de caráter administrativo-financeiro. 1. Preparar relatórios técnicos das atividades desempenhadas; 2. Dar apoio técnico na realização das atividades-fim do órgão; 3. Redigir, digitar e controlar processos, expedientes e relatórios administrativos e técnicos; 4. Prestar atendimento ao público em questões direcionadas à unidade administrativa; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

Técnico de Fiscalização Agropecuária: Trabalho que consiste no auxílio à execução de medidas de fiscalização e medidas técnicas de defesa agropecuária e florestal. 1. Orientar tecnicamente pecuaristas e agricultores; 2. Contribuir com os municípios, na elaboração e execução de estudos, planos e projetos voltados para o desenvolvimento sustentável da região; 3. Assessorar o monitoramento e controle de pragas e doenças em animais e vegetais; 4. Atuar em programas de defesa sanitária animal e vegetal; 5. Contribuir na proteção, aprimoramento e desenvolvimento da agropecuária; 6. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.
  • Técnico de nível superior 
Administrador; Analista de Redes; Contador; Economista; Estatístico; Jornalista: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão das atividades correlatas ao respectivo cargo. 1. Planejar, organizar e supervisionar serviços técnicos; 2. Utilizar materiais e outros insumos, estabelecendo princípios normas e funções, para assegurar a correta aplicação, produtividade e eficiência dos referidos serviços, dentro de sua área de atuação; 3. Coordenar as equipes de trabalho dentro da área de sua formação; 4. Analisar e emitir pareceres técnicos; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

  • Nível superior 
Engenheiro Agrônomo: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem vegetal. 1. Projetar, Planejar, especificar sistemas de equipamentos, coordenar empreendimentos, executar serviços e estudar processos nas áreas de atuação da engenharia; 2. Utilizar materiais e outros insumos, estabelecendo princípios normas e funções, para assegurar a correta aplicação, produtividade e eficiência dos referidos serviços, dentro de sua área de atuação; 3. Coordenar as equipes de trabalho dentro da área de sua formação; 4. Elaborar relatórios e laudos técnicos; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação.

Fiscal Agropecuário Engenheiro Agrônomo: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem vegetal. 1. Inspeção, controle e fiscalização do trânsito vegetal, suas partes, seus produtos e subprodutos destinados a quaisquer fins; vigilância sanitária e epidemiológica, de natureza fitossanitária; ações de emergência fitossanitária; aplicação de sanções administrativas, bem como a prática de outros atos de natureza preventiva, cautelar ou corretiva, de interesse fitossanitário, nos termos da legislação pertinente; realização de análises laboratoriais de interesse fitossanitário, especialmente as destinadas a identificação, diagnóstico ou confirmação de pragas e doenças, e verificação da conformidade de insumos, produtos e subprodutos agropecuários; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.

Fiscal Agropecuário Engenheiro Florestal: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem florestal. 1. Inspeção, controle e fiscalização do trânsito de produtos de origem florestal, suas partes, seus produtos e subprodutos destinados a quaisquer fins; vigilância sanitária e epidemiológica, de natureza florestal; ações de emergência florestal; aplicação de sanções administrativas, bem como a prática de outros atos de natureza preventiva, cautelar ou corretiva, de interesse florestal, nos termos da legislação pertinente; realização de análises laboratoriais de interesse florestal, especialmente as destinadas a identificação, diagnóstico ou confirmação de pragas e doenças, e verificação da conformidade de insumos, produtos e subprodutos florestais e agropecuários; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.

Fiscal Agropecuário Médico Veterinário: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem animal. 1. Inspeção, controle e fiscalização do trânsito de animais, suas partes, seus produtos e subprodutos destinados a quaisquer fins; vigilância sanitária e epidemiológica, de natureza zoosanitária; ações de emergência zoosanitária; aplicação de sanções administrativas, bem como a prática de outros atos de natureza preventiva, cautelar ou corretiva, de interesse zoosanitário, nos termos da legislação pertinente; realização de análises laboratoriais de interesse zoosanitário, especialmente as destinadas a identificação, diagnóstico ou confirmação de doenças, e verificação da conformidade de insumos, produtos e subprodutos agropecuários.; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.

Médico Veterinário: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem animal. 1. Orientar tecnicamente criadores e suas organizações, utilizando metodologias adequadas para alcance dos objetivos de qualificação da atividade produtiva; 2. Contribuir com os municípios, na elaboração e execução de estudos, planos e projetos voltados para o desenvolvimento sustentável da região; 3. Elaborar relatórios e laudos técnicos; 4. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação.

Concurso ADAF AM 2018: Saiu edital com 208 vagas

 
Concurso ADAF AM 2018
A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas - ADAF - AM, publicou um novo edital de Concurso Público para provimento de 208 vagas para profissionais em todos os níveis de escolaridade.

Com jornadas de 40 horas semanais, os servidores selecionados devem receber remunerações entre R$ 2.202,20 e R$ 6.570,95.

Há oportunidades para os cargos de Auxiliar de Fiscalização Agropecuária (8); Motorista (8); Motorista Fluvial (7); Agente de Fiscalização Agropecuária (5); Assistente Técnico (17); Técnico de Fiscalização Agropecuária (94); Administrador (2); Analista de Redes (2); Contador (2); Economista (1); Estatístico (1); Jornalista (2); Engenheiro Agrônomo (5); Fiscal Agropecuário - Engenheiro Agrônomo (8): Fiscal Agropecuário - Engenheiro Florestal (5); Fiscal Agropecuário - Médico Veterinário (37) e Médico Veterinário (4).

As inscrições do concurso ADAF serão realizadas no site do Instituto AOCP - http://www.institutoaocp.org.br/concurso.jsp?id=209, no período de 04 de setembro de 2018 a 08 de outubro de 2018. A taxa de inscrição vão de R$ 50,00 a R$ 90,00.

Apostila Concurso ADAF-AM 2018 - clique abaixo:
Apostila Concurso ADAF 2018

Não perca tempo adquira agora a sua apostila para o concurso ADAF 2018, da Apostilas Opção.

Vagas do concurso ADAF AM 2018 nível fundamental e médio

quadro de vagas do concurso ADAF AM 2018 nível superior

Já a lotação corresponde aos municípios de Alvarães; Amaturá; Anamã; Anori; Apuí; Atalaia do Norte; Autazes; Barcelos; Barreirinha; Benjamin Constant; Beruri; Boa Vista do Ramos; Boca do Acre; Borba; Caapiranga; Canutama; Carauari; Careiro da Várzea; Careiro; Coari; Codajás; Eirunepé; Envira; Fonte Boa; Guajará; Humaitá; Ipixuna; Iranduba; Itacoatiara; Itamarati; Itapiranga; Japurá; Juruá; Jutaí; Lábrea; Manacapuru; Manaquiri; Manaus; Manicoré; Maraã; Maués; Nhamundá Nova Olinda do Norte; Novo Airão; Novo Aripuanã; Parintins; Pauini; Presidente Figueiredo; Rio Preto da Eva; Santa Isabel do Rio Negro; Santo Antônio do Içá; São Gabriel da Cachoeira; São Paulo de Olivença; São Sebastião do Uatumã; Silves; Tabatinga; Tapauá; Tefé; Tonantins; Uarini; Urucará e Urucurituba, respectivamente.

Como forma de qualificar os concorrentes neste Concurso Público, com validade de dois anos, serão aplicadas as etapas de Prova Objetiva, Prova Discursiva e Prova de Títulos e/ou Experiência Profissional, conforme a função escolhida.

As Provas Objetivas e Discursivas estão previstas para ocorrer no dia 9 de dezembro de 2018, nos municípios de Humaitá, Manaus, Tefé e Parintins, com horário a local a ser divulgados, de acordo com o edital completo em nosso site.

Edital Concurso ADAF AM 2018

Detalhes edital ADAF 2018:

Cargos e atribuição edital ADAF:
  • Nível fundamental
Auxiliar de Fiscalização Agropecuária: Trabalho que consiste no auxílio da fiscalização e inspeção animal, vegetal e florestal e seus produtos e subprodutos. 1. Auxiliar nas atividades de defesa sanitária, controle do fluxo de animais e produtos derivados, bem como ações inerentes a matadouros e frigoríficos em observância das normas sanitárias; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

Motorista:
Trabalho que consiste no apoio logístico as atividades de defesa e fiscalização agropecuária, além de atividades administrativas executadas pela ADAF. 1. Dirigir automóvel, caminhão, camionete, jipes e outros veículos; 2. Transportar cargas com responsabilidade por sua segurança; 3. Realizar vistoria no veículo, verificando o estado dos pneus, nível de combustível, água, óleo do motor, testando freios e parte elétrica; 4. Manter, sempre a mão, a documentação pessoal e do veículo, apresentando-a quando solicitada pelas autoridades competentes; 5. Cuidar da limpeza e manutenção do veículo sob sua responsabilidade e fazer-lhes pequenos reparos; 6. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação

Motorista Fluvial: Trabalho que consiste no apoio logístico as atividades de defesa e fiscalização agropecuária da ADAF. 1. Pilotar embarcações de pequeno e grande porte, de acordo com normas internas e regulamento da capitania dos portos; 2. Atracar e desatracar embarcações; 3. Controlar o embarque de passageiros e carga da instituição mandatária do barco; 4. Responsabilizar-se pela manutenção preventiva e corretiva da embarcação, bem como pelo planejamento das viagens e quantidade de passageiros; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.
  • Nível médio
Agente de Fiscalização Agropecuária: Trabalho que consiste no auxílio a execução de medidas de fiscalização e medidas técnicas de defesa agropecuária e florestal. 1. Cadastramento e registro de propriedades rurais e demais estabelecimentos de interesse da defesa agropecuária; direção de unidades operacionais locais de defesa agropecuária; emissão de documentos zoofitossanitários, conforme o disposto na legislação; atuar em postos de fiscalização zoofitossanitária e/ou unidades de fiscalização móvel e estabelecimentos que recebem, manipulam, beneficiam, industrializam, armazenam e comercializam produtos e derivados de origem animal e vegetal; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

Assistente Técnico: Trabalho que consiste em atividades de caráter administrativo-financeiro. 1. Preparar relatórios técnicos das atividades desempenhadas; 2. Dar apoio técnico na realização das atividades-fim do órgão; 3. Redigir, digitar e controlar processos, expedientes e relatórios administrativos e técnicos; 4. Prestar atendimento ao público em questões direcionadas à unidade administrativa; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

Técnico de Fiscalização Agropecuária: Trabalho que consiste no auxílio à execução de medidas de fiscalização e medidas técnicas de defesa agropecuária e florestal. 1. Orientar tecnicamente pecuaristas e agricultores; 2. Contribuir com os municípios, na elaboração e execução de estudos, planos e projetos voltados para o desenvolvimento sustentável da região; 3. Assessorar o monitoramento e controle de pragas e doenças em animais e vegetais; 4. Atuar em programas de defesa sanitária animal e vegetal; 5. Contribuir na proteção, aprimoramento e desenvolvimento da agropecuária; 6. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.
  • Técnico de nível superior 
Administrador; Analista de Redes; Contador; Economista; Estatístico; Jornalista: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão das atividades correlatas ao respectivo cargo. 1. Planejar, organizar e supervisionar serviços técnicos; 2. Utilizar materiais e outros insumos, estabelecendo princípios normas e funções, para assegurar a correta aplicação, produtividade e eficiência dos referidos serviços, dentro de sua área de atuação; 3. Coordenar as equipes de trabalho dentro da área de sua formação; 4. Analisar e emitir pareceres técnicos; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de atuação.

  • Nível superior 
Engenheiro Agrônomo: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem vegetal. 1. Projetar, Planejar, especificar sistemas de equipamentos, coordenar empreendimentos, executar serviços e estudar processos nas áreas de atuação da engenharia; 2. Utilizar materiais e outros insumos, estabelecendo princípios normas e funções, para assegurar a correta aplicação, produtividade e eficiência dos referidos serviços, dentro de sua área de atuação; 3. Coordenar as equipes de trabalho dentro da área de sua formação; 4. Elaborar relatórios e laudos técnicos; 5. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação.

Fiscal Agropecuário Engenheiro Agrônomo: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem vegetal. 1. Inspeção, controle e fiscalização do trânsito vegetal, suas partes, seus produtos e subprodutos destinados a quaisquer fins; vigilância sanitária e epidemiológica, de natureza fitossanitária; ações de emergência fitossanitária; aplicação de sanções administrativas, bem como a prática de outros atos de natureza preventiva, cautelar ou corretiva, de interesse fitossanitário, nos termos da legislação pertinente; realização de análises laboratoriais de interesse fitossanitário, especialmente as destinadas a identificação, diagnóstico ou confirmação de pragas e doenças, e verificação da conformidade de insumos, produtos e subprodutos agropecuários; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.

Fiscal Agropecuário Engenheiro Florestal: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem florestal. 1. Inspeção, controle e fiscalização do trânsito de produtos de origem florestal, suas partes, seus produtos e subprodutos destinados a quaisquer fins; vigilância sanitária e epidemiológica, de natureza florestal; ações de emergência florestal; aplicação de sanções administrativas, bem como a prática de outros atos de natureza preventiva, cautelar ou corretiva, de interesse florestal, nos termos da legislação pertinente; realização de análises laboratoriais de interesse florestal, especialmente as destinadas a identificação, diagnóstico ou confirmação de pragas e doenças, e verificação da conformidade de insumos, produtos e subprodutos florestais e agropecuários; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.

Fiscal Agropecuário Médico Veterinário: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem animal. 1. Inspeção, controle e fiscalização do trânsito de animais, suas partes, seus produtos e subprodutos destinados a quaisquer fins; vigilância sanitária e epidemiológica, de natureza zoosanitária; ações de emergência zoosanitária; aplicação de sanções administrativas, bem como a prática de outros atos de natureza preventiva, cautelar ou corretiva, de interesse zoosanitário, nos termos da legislação pertinente; realização de análises laboratoriais de interesse zoosanitário, especialmente as destinadas a identificação, diagnóstico ou confirmação de doenças, e verificação da conformidade de insumos, produtos e subprodutos agropecuários.; 2. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação e atuação.

Médico Veterinário: Trabalho profissional qualificado que consiste no desempenho de atividades relacionadas com planejamento, organização, direção, execução e supervisão, acompanha a industrialização, manipulação, armazenamento, comercialização ou utilização de insumos, produtos ou subprodutos agropecuários e agroindustriais de origem animal. 1. Orientar tecnicamente criadores e suas organizações, utilizando metodologias adequadas para alcance dos objetivos de qualificação da atividade produtiva; 2. Contribuir com os municípios, na elaboração e execução de estudos, planos e projetos voltados para o desenvolvimento sustentável da região; 3. Elaborar relatórios e laudos técnicos; 4. Executar outras tarefas correlatas a sua área de formação.

Apostila do Concurso Prefeitura de Taubaté 2018 Agente de Trânsito

Apostila Concurso Prefeitura de Taubaté 2018 Agente de Trânsito
Apostilas Opção para o cargo de  AGENTE DE TRÂNSITO - Concurso Prefeitura de Taubaté 2018.

Adquira agora a sua apostila impressa e digital em pdf para o concurso público para Prefeitura Municipal de Taubaté - SP 2018, para o cargo de Agente de Trânsito.

São 10 vagas, com remuneração de R$ 1.458,83 e carga horária de 40 horas semanais. Para concorrer à vaga o candidato deve possuir nível médio.

As inscrições serão realizadas no site do Instituto Excelência, no período de 07 de setembro de 2018 a 30 de setembro de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 15,65.

A prova está prevista para ser realizada no dia 21 de outubro de 2018, na cidade de Taubaté.

- Língua Portuguesa e Interpretação de Textos
- Informática
- Legislação de Trânsito

MATERIAL EM ELABORAÇÃO DE ACORDO COM O EDITAL Nº 007/2018

Apostila do Concurso Prefeitura de Taubaté 2018 Agente de Trânsito - impressa e digital pdf

Detalhes do concurso Prefeitura de Taubaté 2018:
  • Cargo: AGENTE DE TRÂNSITO
  • Inscrições: de 07/09/2018 a 30/09/2018
  • Salário: R$ 1.458,83
  • Data da Prova: 21/10/2018
  • Nível: Médio
  • Vagas Disponíveis: 10
  • Organizadora: Instituto Excelência
  • Taxa de Inscrição: R$ 15,65
  • EDITAL 007/2018

Edital do Concurso Prefeitura de Taubaté 2018

DESCRIÇÃO DO CARGO 
SUMÁRIA: Cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito, no âmbito de suas atribuições; mantendo a fluidez e a segurança do trânsito urbano. Fiscalizam o cumprimento das leis de trânsito. 
ATIVIDADES: Monitorar trânsito em unidades móveis, interagindo em situações emergenciais. Remover obstáculos da via pública bem como sinalizá-los. Criar rotas alternativas para o tráfego. Orientar condutores por meio de gestos e apitos. Sinalizar existência de obras nas vias públicas. Sincronizar semáforos a condição de trânsito. Aplicar as penalidades de advertência por escrito e multa, por infrações de trânsito previstas no Código Nacional de Trânsito, notificando os infratores; Fiscalizar o cumprimento das normas contidas no Artigo 95 do Código Nacional de Trânsito, aplicando as penalidades previstas; Credenciar os serviços de escolta, fiscalizar e adotar as medidas de segurança relativas aos serviços de remoção de veículos, escolta e transporte de carga indivisível; Registrar e licenciar, na forma da legislação, ciclomotores, veículos de tração e propulsão humana e de tração animal, fiscalizando, autuando, aplicando penalidades decorrentes de infrações; Fiscalizar o nível de emissão de poluentes e ruído produzidos pelos veículos automotores ou pela sua carga, de acordo com o estabelecido no Código Nacional de Trânsito, além de dar apoio a ações específicas de órgão ambiental local, quando solicitado; Realizar outras atividades correlatas inerentes ao cargo

Matérias da prova Concurso Prefeitura de Taubaté 2018

LÍNGUA PORTUGUESA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS: 1. Interpretação de texto. 2. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, sentidos próprio e figurado. 3. Ortografia. 4. Pontuação. 5. Acentuação. 6. Emprego das classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, 7. Artigo, verbo, advérbio, preposição, conjunção (classificação e sentido que imprime às relações entre as orações). 8. Concordâncias verbal e nominal. Regências verbal e nominal. 9. Crase. 10. Figuras de sintaxe. 11. Figuras de Linguagem. 12. Vícios de linguagem. 13. Equivalência e transformação de estruturas. 14. Flexão de substantivos, adjetivos e pronomes (gênero, número, grau e pessoa). 15. Processos de coordenação e subordinação. 16. Sintaxe. 17. Morfologia. 18. Estrutura e formação das palavras. 19. Discursos direto, indireto e indireto livre. 20. Colocação pronominal. 21. Tipologia e gêneros discursivos. 22. Leitura e análise de textos. 23. Informações implícitas e explícitas. 24. Variação linguística: as várias normas e a variedade padrão. 25. Estrutura sintática da frase.

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO: 1. Lei nº 5.553, de 6 de dezembro de 1968, e alterações. 2. Lei nº 4.898, de 9 de dezembro de 1965, e alterações. 3. Lei n.º 9.503, de 23 de setembro de 1997, Código de Trânsito Brasileiro e alterações. 4. Portaria Interministerial nº 4.226, de 31 de dezembro de 2010. 5. Resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN): nº 248, de 27 de agosto de 2007; nº 14, de 6 de fevereiro de 1998; nº 362, de 15 de outubro de 2010; nº 206, de 20 de outubro de 2006; nº 110, de 24 de fevereiro de 2000; nº 203, de 29 de setembro de 2006 e alterações; nº 277, de 28 de maio de 2008; nº 149, de 19 de setembro de 2003; nº 269, de 15 de fevereiro de 2008; nº 383, de 2 de junho de 2011; nº 384, de 2 de junho de 2011; e nº 386, de 2 de junho de 2011. Nº 168/2004. Nº 432/2013.

INFORMÁTICA: 1. MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2010. 2. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto. 3. MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados. 4. MS-PowerPoint 2010: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e 49 rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides. 5. Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos. 6. Internet: navegação na Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.

Concurso Prefeitura de Taubaté 2018 Agente de Trânsito

Concurso Prefeitura de Taubaté 2018
A Prefeitura de Taubaté, em São Paulo, divulgou dois editais de concurso público com mais dez novos servidores de nível médio e superior. São ofertadas 13 vagas distribuídas entre os cargos de Agente de Trânsito, Historiógrafo, Museólogo e Paleógrafo.

No edital nº 06/2018, as vagas disponíveis são para os cargos de Historiógrafo (1); Museólogo (1) e Paleógrafo (1).

Já no certame nº 07/2018 existem, ao todo, dez oportunidades para o cargo de Agente de Transito. Estes servidores devem atuar em jornadas de 40h semanais de trabalho, com remunerações que variam entre R$ 1.458,83 e R$ 1.978,67 ao mês.

As inscrições estarão abertas no período de 07 de setembro de 2018 até o dia 30 de setembro de 2018 no site www.institutoexcelenciapr.com.br. O valor cobrado como taxa de inscrição é de R$ 15,65.

Apostila Concurso Prefeitura de Taubaté 2018 - clique abaixo:


A prova está prevista para ser realizada no dia 21 de outubro de 2018, na cidade de Taubaté, em locais que serão divulgados até três dias antes da data de realização da prova, no mesmo site das inscrições, período da manhã. Para o cargo de Agente de Trânsito haverá ainda teste de capacitação física.

O concurso público terá validade de dois anos, contados da data homologação final dos resultados, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração municipal.

DESCRIÇÃO DO CARGO 
AGENTE DE TRÂNSITO DESCRIÇÃO 
SUMÁRIA: Cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito, no âmbito de suas atribuições; mantendo a fluidez e a segurança do trânsito urbano. Fiscalizam o cumprimento das leis de trânsito. 
ATIVIDADES: Monitorar trânsito em unidades móveis, interagindo em situações emergenciais. Remover obstáculos da via pública bem como sinalizá-los. Criar rotas alternativas para o tráfego. Orientar condutores por meio de gestos e apitos. Sinalizar existência de obras nas vias públicas. Sincronizar semáforos a condição de trânsito. Aplicar as penalidades de advertência por escrito e multa, por infrações de trânsito previstas no Código Nacional de Trânsito, notificando os infratores; Fiscalizar o cumprimento das normas contidas no Artigo 95 do Código Nacional de Trânsito, aplicando as penalidades previstas; Credenciar os serviços de escolta, fiscalizar e adotar as medidas de segurança relativas aos serviços de remoção de veículos, escolta e transporte de carga indivisível; Registrar e licenciar, na forma da legislação, ciclomotores, veículos de tração e propulsão humana e de tração animal, fiscalizando, autuando, aplicando penalidades decorrentes de infrações; Fiscalizar o nível de emissão de poluentes e ruído produzidos pelos veículos automotores ou pela sua carga, de acordo com o estabelecido no Código Nacional de Trânsito, além de dar apoio a ações específicas de órgão ambiental local, quando solicitado; Realizar outras atividades correlatas inerentes ao cargo.

HISTORIÓGRAFO
DESCRIÇÃO RESUMIDA DO CARGO: Consultar as diversas fontes de informações sobre épocas a serem estudadas, pesquisar arquivos, bibliotecas, crônicas, publicações periódicas, cartórios, igrejas e estudar as obras de outros historiadores para obter as informações necessárias à elaboração de seu trabalho; Selecionar os dados pertinentes ao trabalho a ser desenvolvido, para extrair conclusões e programar o trabalho; narrar os fatos históricos, baseando-se em estudos e comparações entre acontecimentos para ampliar o âmbito de compreensão das realidades pregressas, atuais e futuras deste Município; Elaborar planos, programas e projetos para a recuperação e preservação da memória deste Município; realizar pesquisas sobre a evolução da comunidade cachoeirense nos aspectos sociais, econômicos, culturais, político e religioso; Planejar, organizar, implantar, direcionar e executar serviços de pesquisa histórica; Assessorar em Patrimônio e Cultura, entendidos em seus múltiplos suportes e dimensões: assessoramento para planejamento, organização, implantação e direção de serviços de documentação e informação histórica; assessoramento para a elaboração de critérios de avaliação e seleção de documentos, para fins de preservação; Elaborar pareceres, relatórios, planos, projetos, laudos e trabalhos sobre assuntos históricos; Assessorar e prestar consultoria aos estudantes na área de História e participar em atividades interdisciplinares de estudos, projetos e pesquisas históricas; outras atividades ligadas direta e indiretamente às atribuições do cargo de historiador, ora mencionadas, bem como a outros interesses do campo e trabalho do historiador e difusão do conhecimento histórico; Realizar outras atividades correlatas inerentes ao cargo.

MUSEÓLOGO DESCRIÇÃO
RESUMIDA DO CARGO: Elaborar projetos, estratégias de desenvolvimento e organizar museus e exposições; Determinar conceitos e metodologias de museus e exposições, realizar pesquisas e selecionar documentos relativos ao tema e acervo para a produção de exposições; Contatar Instituições e/ou colecionadores para empréstimos e Instituições para sediar exposições; Providenciar o tombamento, inventário e avaliação financeira dos acervos, administrar processos de aquisição e baixa do acervo; Gerenciar a reserva técnica e o empréstimo de acervo; Dar acesso à informação, atender visitantes, atualizar banco de dados e/ou sistemas de inclusão e recuperação de informação, fiscalizar a aplicação de legislação de direitos autorais e a reprodução e divulgação de imagens; Diagnosticar o estado de conservação do acervo e supervisionar trabalhos de restauração; Controlar as condições de transporte, embalagem, armazenagem e acondicionamento e estabelecer procedimentos de segurança; Planejar e preparar ações educativas e/ou culturais e visitas técnicas, organizar monitorias, ministrar cursos e palestras; Participar de equipes interdisciplinares e multiprofissionais nas atividades em conjunto. 11. Participar de programa de treinamento, quando convocado; Participar, conforme a política interna da Instituição, de projetos, cursos, eventos, Comissões, convênios e programas de ensino, pesquisa e extensão; Elaborar relatórios, laudos técnicos e registrar dados em sua área de especialidade; Participar de comissões especiais na instituição ou fora dela, como técnico ou como representante do museu; Executar tarefas pertinentes à área de atuação, utilizando-se de equipamentos e programas de informática; Realizar outras atividades correlatas inerentes ao cargo.

PALEÓGRAFO DESCRIÇÃO
RESUMIDA DO CARGO: Buscar, interpretar e estudar documentos utilizando-se da paleografia a fim de traduzir, catalogar e tornar público; Consultar as diversas fontes de informação sobre a época a ser estudada, pesquisando arquivos, bibliotecas, crônicas e publicações periódicas, estudar as obras de outros historiadores, para obter as informações necessárias à elaboração de seu trabalho; Estudar os feitos realizados pelo homem nos tempos passados e atuais, pesquisando documentos históricos e outras fontes de informação, para possibilitar o conhecimento de um ou vários períodos ou aspectos da vida e da atuação do ser humano; Selecionar os dados pertinentes ao trabalho a ser desenvolvido, examinando a sua autenticidade de valor relativo, para extrair conclusões e programar trabalho; Narrar fatos passados e atuais e estabelecer certas possibilidades futuras, baseando-se em estudos e comparações entre acontecimentos passados e contemporâneos e na interpretação pessoal desses acontecimentos para ampliar o âmbito de compreensão das realidades pregressas, atuais e futuras da humanidade; Executar outras atividades correlatas inerentes ao cargo.