terça-feira, 27 de março de 2018

Apostila Concurso MP-AL 2018 Cargos de Nível Superior

Apostila MP-AL 2018 Cargos de Nível Superior
Prepare-se agora com apostila completa para o concurso público do Ministério Público do Estado de Alagoas – MP AL 2018, para o cargo de Cargos de Nível Superior.

Comprar apostila concurso MP-AL 2018 Cargos de Nível Superior

São 12 vagas, com remuneração de R$ 4.492,01 e carga horária de 40 horas semanais.

O conteúdo da Apostila para o concurso MP-AL 2018 - TÉCNICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO contempla:

Conhecimentos Básicos
- Língua Portuguesa
- Noções de Informática
- Legislação Específica
Conhecimentos Específicos
- Noções de Direito Administrativo e Constitucional
- Noções de Administração Geral e Pública

Apostila MP-AL 2018 Cargos de Nível Superior - impressa e digital

MATERIAL EM ELABORAÇÃO DE ACORDO COM O EDITAL Nº 01/2018.

Apostila Concurso MP-AL 2018 - clique abaixo:


Atribuições dos cargos:


PSICÓLOGO: Firmar atestados, diagnósticos e prognósticos psicológicos; assessorar os membros do Ministério Público avaliando as condições intelectuais e emocionais de crianças, adolescentes e adultos em conexão com processos administrativos e judiciais, oriundos das diversas áreas de atuação do Ministério Público; executar tarefas afins.

ENGENHEIRO CIVIL: planejar, executar e acompanhar obras e tarefas técnicas relacionadas a projetos, laudos periciais e auditorias em engenharia civil, no âmbito das atividades meio e fim do Ministério Público do Estado de Alagoas.

CONTADOR: Elaborar, coordenar e executar trabalhos relativos a serviços de contabilidade orçamentária, financeira e patrimonial; fornecer dados para elaboração do orçamento; acompanhar a execução do Orçamento do Ministério Público; participar de trabalhos de tomadas de contas dos responsáveis por bens ou valores da repartição; orientar o levantamento dos bens patrimoniais; fazer levantamentos e elaborar relatórios patrimoniais da Procuradoria-Geral de Justiça; emitir pareceres sobre a abertura de créditos adicionais e alterações orçamentárias.

BIBLIOTECONOMISTA: Organizar a Biblioteca do Ministério Público; manter intercâmbio com editores e livrarias para facilitar novas aquisições; registrar, disciplinar e controlar o empréstimo de livros, folhetos, periódicos e outros documentos especiais da Biblioteca; fazer análise técnica dos livros, periódicos, folhetos e outros documentos, selecionando-os por assunto para posterior classificação, registro e catalogação do material bibliográfico, segundo sistemas e normas técnicas que melhor se adaptem às necessidades do Ministério Público.

AUDITOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO: Planejar e executar auditorias, efetuando constatações, apurações e exames técnicos, em procedimentos administrativos e judiciais promovidos pelo Ministério Público; elaborar relatórios sobre a situação patrimonial, econômica e financeira de órgãos ou entidades, quando designado; planejar, orientar ou executar programas de auditoria, levantando a documentação formal dos órgãos e entidades, avaliando sua estrutura, organização e funcionamento; realizar auditoria contínua e sistemática da forma e conteúdo de procedimentos contábeis, financeiros, administrativos e operacionais, verificando e acompanhando processos de realização de despesas, analisando sua legalidade formal e técnica; verificar o correto cumprimento das políticas, diretrizes e programas estabelecidos, bem como das determinações e normas vigentes; elaborar relatórios, pareceres e recomendações técnicas referentes à auditoria efetuada.

ASSISTENTE SOCIAL: Realizar e interpretar pesquisas no campo do serviço social; fazer triagem dos casos apresentados para estudo, prestando orientação com vistas à solução adequada do problema; fornecer subsídios aos membros do Ministério Público na fiscalização e supervisão dos estabelecimentos que abrigam idosos, inválidos, menores, incapazes e pessoas portadoras de deficiências; realizar perícias sobre assuntos relacionados com a sua habilitação; elaborar laudos sociais; executar outras tarefas correlatas com sua habilitação superior, especialmente em assessoramento aos membros do Ministério Público.

ANALISTA DO MINISTÉRIO PÚBLICO - ÁREA: GESTÃO PÚBLICA: Realizar atividades de nível superior na administração pública, como gestão de: recursos humanos, projetos, programas, processos, recursos materiais e patrimoniais, licitações, contratos, orçamento, finanças, planejamento e desenvolvimento organizacional; planejar, desenvolver, executar, acompanhar e avaliar planos, programas e projetos, inclusive voltados à modernização e à qualidade; realizar pesquisas e processar informações; elaborar despachos, pareceres, informações, relatórios, ofícios, dentre outros; realizar atividades que exijam conhecimentos básicos de informática; outras de mesma natureza e grau de complexidade que venham a ser determinadas pela autoridade superior, bem como atividades acessórias às constantes deste rol.

ANALISTA DO MINISTÉRIO PÚBLICO - ÁREA: DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS: elaborar e manter programas de computação, estabelecendo os diferentes processos operacionais para permitir o tratamento automático dos dados; planejar a solução lógica de programas com variados graus de complexidade; codificar, depurar, testar e documentar programas novos; testar e documentar as alterações efetuadas em programas; elaborar arquivos de testes; elaborar planos de testes de programas, rotinas e sistemas; fazer a manutenção e analisar o desempenho de programas; identificar e solucionar problemas com programas em operação; acompanhar os resultados obtidos por programas em operação; elaborar e dar manutenção à documentação referente aos sistemas computacionais utilizados.

ANALISTA DO MINISTÉRIO PÚBLICO - ÁREA: COMUNICAÇÃO SOCIAL: Realizar atividades de nível superior que envolvam a coleta, produção, revisão e edição de notícias voltadas à divulgação oficial da atuação do Ministério Público; promover o assessoramento em atividades específicas de jornalismo e de assessoria de imprensa; orientar a análise de mídias divulgadas à respeito da Instituição; criar e desenvolver peças para ampanhas publicitárias institucionais internas e externas, projetos, programações visuais e produções ráficas; implementar ações de publicidade, propaganda, marketing e projetos institucionais; lanejar, coordenar, orientar e controlar as ações de relações públicas; supervisionar a aplicação e normas de cerimonial e protocolo; planejar, organizar e executar eventos institucionais.

ANALISTA DO MINISTÉRIO PÚBLICO - ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DE REDES: Projetar, desenvolver, implantar e manter sistemas informatizados em rede; planejar, revisar, e adotar medidas eficientes para melhorar o desempenho da rede e uso dos sistemas e equipamentos já existentes; estudar, planejar, e propor a atualização e adaptação de equipamentos, linguagens e programas; planejar,indicar e implantar os meios múltiplos de segurança de equipamentos, programas e dados registrados; preparar e executar treinamentos específicos e sistemáticos de funcionários para obter o melhor uso de equipamentos e programas em rede; entre outras.

ANALISTA DO MINISTÉRIO PÚBLICO - ÁREA: ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS: Elaborar projetos para criação e manutenção de bancos de dados; instalar, configurar, gerenciar, monitorar, realizar atividades de backup (cópia de segurança) e restore (restauração da cópia de segurança) de sistemas gerenciadores de banco de dados; criar estratégias de auditoria e melhoria de performance de bancos de dados prestar suporte técnico a usuários e desenvolvedores; emitir pareceres técnicos, relatórios, informações, documentação técnica e outros documentos oficiais.

ANALISTA DO MINISTÉRIO PÚBLICO - ÁREA JURÍDICA REQUISITOS: Executar, sob a supervisão dos Promotores de Justiça, tarefas relacionadas com a atividade meio e a atividade-fim do Ministério Público; auxiliar os membros da Promotoria nos processos judiciais; organizar o material administrativo, legislativo, doutrinário e jurisprudencial; elaborar minutas de promoções sob a supervisão dos Promotores de Justiça; digitar pareceres, denúncias e manifestações em geral; preparar atos destinados às providências judiciais que envolvam sua área de atuação; preparar minutas de relatórios dos processos; receber, expedir e arquivar correspondências; arquivar e organizar o material para relatórios; organizar fichários; controlar o recebimento e a devolução dos autos; realizar pesquisa de dados de conteúdo doutrinário, legislativo e jurisprudencial; seguir a orientação do membro do Ministério Público em outras tarefas correlatas e determinadas e realizar outras atividades afins

Detalhes:

  • Cargo: CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR
  • Inscrições: de 02/04/2018 a 23/05/2018
  • Salário: R$ 4.492,01
  • Data da Prova: 08/07/2018
  • Nível: Superior
  • Vagas Disponíveis: 12
  • Organizadora: FGV
  • Taxa de Inscrição: R$ 100,00

Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário:
Escreva seu comentários

Postagens recomendadas × +