quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Concurso CRP-SP 2018: Edital com 275 vagas e salários de R$ 7 mil!

Concurso CRP-SP 2018
O Conselho Regional de Psicologia do Estado de São Paulo - CRP-SP, anuncia novo Concurso Público de nível superior com sete oportunidades para contratação imediata e 268 para formação de cadastro reserva.

Confira aqui o edital do concurso CRP-SP 2018.

São vagas são para os cargos de Profissional Analista Superior (1); e Psicólogo Analista Técnico (6), todos com jornada de 40 horas semanais e com remuneração no valor de R$ 6.197,58, além de Vale Refeição, Auxilio Alimentação, dentre os demais dos benefícios.

Os contratados devem atuar no municípios de São Paulo - SP, Assis - SP, Bauru - SP, Campinas - SP, Mogi das Cruzes - SP, Ribeirão Preto - SP, Santos - SP, São José do Rio Preto - SP e Sorocaba - SP, e nas Regiões do Grande ABC e do Vale do Paraíba.

quadro de vagas do Concurso CRP-SP 2018

Apostila Concurso CRP-SP 2018 - clique abaixo:
Concurso CRP-SP 2018

Adquira aqui a sua apostila completa e revisada para o concurso do CRP SP 2018, para os cargos de Profissional Analista Superior e Psicólogo Analista Técnico.

As inscrições serão realizadas no site do Instituto Quadrix - www.quadrix.org.br/todos-os-concursos/inscricoes-abertas/crpsp2018.aspx, no período de 04 de setembro de 2018 a 10 de outubro de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 75,00.

O conteúdo programático da prova consistirá nas seguintes disciplinas: Conhecimentos Básicos (40 questões), Conhecimentos Complementares (20 questões), Conhecimentos Específicos (60 questões).

Os inscritos são avaliados por meio de Prova Objetiva, Prova Discursiva e Avaliação de Títulos e Experiência Profissional. As primeiras etapas são de caráter eliminatório e classificatório e estão previstas para o dia 25 de novembro de 2018.

A validade deste certame é de dois anos e pode ser prorrogado uma vez por igual período.

Concurso Conselho Regional de Psicologia do Estado de São Paulo - CRP-SP 2018

  • Sobre os cargos
PROFISSIONAL ANALISTA SUPERIOR
Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Inscrição ativa no Conselho Regional de Psicologia (CRP-SP).

Síntese das atribuições: Orientar a programação, execução e avaliação de ações de capacitação e de desenvolvimento profissional e institucional; Elaborar programas de avaliação de desempenho; Realizar estudos e intervenções dirigidas à saúde do trabalhador; Acompanhar as atividades da Comissão de Saúde do Trabalhador – COMSAT; Realizar as atividades de recrutamento e seleção de estagiários e temporários e jovens aprendizes; Fazer o acompanhamento de performance dos estagiários, temporários e jovens aprendizes; Planejar, aplicar e avaliar pesquisas para a avaliação da gestão e das relações do trabalho, propondo soluções e medidas para alinhamento da prestação de serviços do CRP; Planejar, executar, acompanhar e avaliar ações de treinamento, desenvolvimento e capacitação dos funcionários do Conselho; Acompanhar a execução do Plano de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS,
coordenando e/ou executando o processo de ascensão funcional; Manter sistematicamente a divulgação de normativos internos de pessoal; Elaborar e atualizar publicações referentes à gestão de pessoas; Planejar, elaborar, coordenar, acompanhar, assessorar, pesquisar e executar procedimentos e programa, relativos à área de Psicologia Organizacional e do Trabalho; Preparar e apresentar sistematicamente relatórios de atuação e performance de sua unidade; Manter-se atualizado com a legislação da psicologia e técnicas referentes a Psicologia Organizacional e do Trabalho; Realizar outras atividades correlatas da unidade de lotação.

PSICÓLOGO ANALISTA TÉCNICO
Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Inscrição ativa no Conselho Regional de Psicologia (CRP-SP).

Síntese das atribuições: Realizar atividades de atendimento ao profissional e ao público em geral bem como atividades de caráter técnico que envolva redação, pesquisa e digitação; Preparar, organizar, atualizar e conferir arquivos, documentos e relatórios; Fornecer subsídios para análise e tomada de decisão; Atender as solicitações pertinentes a área técnica do CRP SP (Orientação, Ética, Análise de Títulos de Especialistas, Direitos Humanos, Políticas Públicas, CPL e outras) ou Grupos de Trabalhos Específicos criados pelo CRP SP; Efetuar o registro das solicitações, interpretar e encaminhar ao demandante, como subsídios para as ações do CRP-SP; Elaborar pareceres e relatórios técnicos relacionados a questões de orientação, fiscalização, ética, análise de títulos de especialistas e outros relativos a campos de inserção e interesse da Psicologia, relacionados ao trabalho do CRP SP; Realizar atividades de orientação à categoria, por meio de atendimentos telefônicos, escritos, e presenciais, participação em debates e encontros coletivos com psicólogos; Manter sistema de informação atualizado de todas as solicitações recebidas e encaminhadas para conhecimento interno e da direção do CRP-SP; Realizar atividades de Fiscalização conforme definido pelo Conselho instituições e locais que prestam serviços de Psicologia; Assessorar tecnicamente processos de tomada de decisões e promoção de debates em relação a dimensão ética do exercício profissional da psicologia; Manter-se atualizado em relação às referências técnicas e legais que orientem o exercício profissional ou estejam a ele relacionados; Acompanhar e subsidiar tecnicamente diretrizes produzidas pelo CRP SP relativas a intervenção da Psicologia nas Políticas Públicas nas diversas áreas e campos de atuação; Assessorar tecnicamente a participação do CRP SP em ações em interface com outras entidades, relacionadas ao exercício profissional da psicologia na sociedade; Realizar pesquisa e coleta de dados e informações técnicas com o apoio jurídico no Sistema Conselho e outros órgãos similares; Realizar diligências para a averiguação de denúncias ou indícios de infração; Realizar outras atividades correlatas da unidade de lotação.

Comentários
0 Comentários
Nenhum comentário:
Escreva seu comentários

Postagens recomendadas × +